FALTA DE SENSIBILIDADE!

FALTA DE SENSIBILIDADE!

Há poucos dias, a APÓS-FURNAS encaminhou para a Fundação Real Grandeza uma solicitação para que se adiasse o reajuste do PLAMES para o fim da pandemia.

O motivo é óbvio: com a desaceleração da economia muitos filhos e netos de aposentados e pensionistas perderam seus empregos e outras fontes de renda. Muitos assistidos da Fundação Real Grandeza tornaram-se arrimos de família, tendo como única fonte de renda sua aposentadoria ou pensão.

Porém, foi diante deste cenário que o Conselho Deliberativo da Fundação aprovou reajustes absurdos nos planos Básico, Especial, Executivo e Executivo Plus (não atingindo Salutem e Salvus) – apesar dos votos contrários dos conselheiros eleitos pelos assistidos, Nelson Bonifácio e Tania Vera Vicente.

(Veja a íntegra dos votos destes Conselheiros em https://bit.ly/VotosTaniaBoni_1 )

Os reajustes serão implantados no contracheque de junho de 2020, e vão obrigar incontáveis assistidos a excluir algum filho ou neto agregado do plano de saúde. Você se imagina excluindo um filho do plano de saúde num momento como este?

A decisão do Conselho Deliberativo da FRG transferiu para os participantes a “Escolha de Sofia”: quem vai sair e quem vai ficar no Plames. É quase como escolher qual filho ou neto vai sobreviver.

É desumano!

A APÓS-FURNAS se manifesta totalmente contrária a esta decisão.

Henrique P. Trigueiro
Diretor Presidente


INFORMAÇÕES ADICIONAIS

Para informações oficiais da Fundação sobre este reajuste, acesse https://bit.ly/FRGSaudePrecos2020

Tabela de reajuste do Plames nos planos Básico, Especial, Executivo e Executivo Plus, a partir de junho de 2020:

Fonte: https://www3.frg.com.br/media/PDF/2020/tabelas-mensalidades-do-plames-2020-final-1.pdf